produção e pesquisa


REDES VIVAS: nexos poéticos mediados pela cerâmica contemporânea

Com o objetivo de construir uma poética artística para ser apresentada numa exposição final, esta pesquisa em linguagens visuais contemporâneas pretende documentar e refletir sobre a construção de obras centradas na linguagem da cerâmica que dialoga com nexos associados ao princípio da rede. Estrutura conceitual a rede é processo não-linear, foca nas relações sistêmicas, ecológicas. As redes que interagem com outras redes, formando redes de relações, integrando várias dimensões da vida, inclusive, como nexo necessário para a compreensão da natureza da vida. Trabalhar com a cerâmica através dos seus elementos constitutivos é vivenciar a relação sistêmica entre Natureza, vida e arte; experienciá-la enquanto linguagem visual contemporânea, misturando materiais e procedimentos poéticos, formais e conceituais, contribui para hibridizar e expandir seu campo e seu conceito já contaminados, reflexo do contexto da arte contemporânea. Sendo assim, além das teorias específicas, será construída uma rede de encontros em torno da cerâmica no espaço da vida diária, além de aproximações e diálogos entre artistas e obras afins.

Rosilda Sá - diagrama visual da pesquisa


Profa. Dra. Maria Celeste de Almeida Wanner (Orientadora)

Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV)
Escola de Belas Artes (EBA)
Área de Poéticas Visuais Contemporâneas
Linha de Pesquisa: Processos Criativos nas Artes Visuais

Nenhum comentário:

Postar um comentário