DOCE DE SANTO - galeria acbeu, salvador



DOCE DE SANTO

galeria ACBEU, salvador
junho 2009
curadoria josé henrique barreto e luis claudio campos
design gráfico barbara tercia
fotos (abaixo) rosilda sá





Trata-se de uma exposição de um coletivo de artistas de curadoria de Luis Cláudio Campos e José Henrique Barreto pensado para recortar e pontuar fragmentos de vivências da cultura popular.


Caracteriza-se como uma mostra processual, pois se inicia com 200 artistas, mas estará aberta a adesão de novos trabalhos até que seja alcançado o número de 365 artistas fazendo a releitura de um mito baiano: uma igreja para cada dia, um santo para cada igreja e um artista para cada dia. Dessa forma os trabalhos apresentados criam possibilidades de complementação na medida em que novas obras são acrescentadas à proposta inicial.


O experimento permite estabelecer um diálogo entre a matéria, a idéia e o fazer artístico ao longo do processo criativo: um artista para cada dia do ano e seu olhar diferenciado sobre seu objeto de trabalho. Assim, os artistas integrantes, propiciam um entrelaçamento das suas poéticas visuais, além de possibilitar a interlocução com a vivência de outros pela criação de uma obra processual.


Inicialmente foi escolhido trabalhar com os santos Cosme e Damião por estarem associados aos doces e guloseimas distribuídos por ocasião da sua festa, sendo ampliado, posteriormente, para qualquer forma de leitura sobre o “duplo” até as poéticas individuais de cada artista. A mostra é composta de fotografias das obras de arte, aprisionadas em vidros de doce, como compotas.


Esta proposta tem voz ampla e aborda repertórios de inteligibilidade de ações que evocam passagens temporalmente construídas na relação com o outro.


http://www.acbeubahia.org.br/cultural/gal_virtual.asp?id=68&p=1


.............................................................................


Um comentário:

  1. Rosilda, maravilhoso, avassaladormente poético..amei a possibilidade de termos a percepção de que existe uma chance de usufluir da presença de um artista por dia, nos transmitindo sua mágica senbilidade e paixão pela vida...sei que isso é fato, no entanto não somos sensivéis a este aprendizado. Parabéns. Adorei. Bjos...Vera simões

    ResponderExcluir